Monday, July 28, 2008

Deu um vontade de escrever e saiu isso:

Desejo

Te olho com sede
Te olho ávido
por sentir a pulsação do teu corpo
Te olho faminto
desfilar as carnes serpenteando lânguidas
Te olho lascivo
imaginando o cheiro
do teu cangote suado
sentindo a vibração
da tua pele hirsuta
sonhando minha língua
dentro da tua suculenta boca
querendo engatar teu ventre
e dançar frenético

1 comment:

Polêmica said...

Bonito verso!
Beijos!